terça-feira, 11 de novembro de 2014



E de pronto sumiram os pombos,

Sozinho cada um ficou,
Cada um com o outro,

Pensamento,
Situação,

Teria certeza que nada era em vão,
Tudo calculado dentro de um grande turbilhão,

Vai e volta como as gaivotas,

A beira mar a esperar,
Abraço certo,
Lado a lado em um só compasso,

Passos de pombos...

DenySalazar

Salvador,11 de novembro de 2014 (22:33)

quarta-feira, 8 de outubro de 2014



Olhos transparentes se afundavam,
Entre dores e duvidas,
Carinho clamavam...

Olhos transparentes eu olhava,
Lá no fundo no mais linear de seus riscos na Iris,
Mais singular que qualquer coisa já conhecida,

Identidade,
único,

Em sua profunda identidade guardava tanta bondade,
Em seu profundo mergulhar guardava um mar,

Mar de razões,
Bondades de ilusões,
Lá seguia a bater um coração,

Olhos transparentes nele eu refletia,
Neles eu já não conseguia suportar
Inquietudes de dentro pra fora fui buscar,

Olhos transparentes,
As vezes você não se entende,

Mirada atuante,
Resistente,
Persistente,

Transparente...

DenySalazar


Salvador,08 de outubro de 2014 (23:43)

segunda-feira, 15 de setembro de 2014


Samara,
Amaras sem amarras,

Há no mar lindeza de Sam,

Sam,
Samara,

Desatastes os nós,
Aramaste os corações em um só,

Iluminada e querida,
Amada e esperada,
Surgiu como um grande cometa,

Nunca ficou só,

Alma de anjo,
Carinha de boneca,

Menina sapeca,
La veio a estrela para brilhar,

Só esqueceram de avisar,
Seu brilho na vida não conseguiria vingar,

Lagrimas e tristeza brotaram dos olhos da natureza,

A dor nunca se conseguiria pôr em mesa,
Pequenina saltita para o colo de Deus,

Olhai por teus pais,
Fez-se o nó,

Partiu que deu dó...

DenySalazar
Salvador,09 de agosto de 2014 (20:06)

quarta-feira, 10 de setembro de 2014



Me disseram que não deixasse de sonhar,
Me disseram que não parasse de chorar,
Me disseram que não deixasse de acreditar,

Me disseram para ser feliz,
Me disseram para seguir,
Me disseram para não desistir,

Acreditei,
Sonhei,
Voei,
Vivi,
Sorri,

De frente para o horizonte via-se uma grande ponte,
Madeira baixo os pés,
Pisadas fortes,

Olhar pra frente,
Erguia-se a vista e já estava em outra pista,

Se deixar voar e voltar,
Se tudo não acabar,

Se assim ter que ficar,
Se a ponte não balançar,

Queda caída,
Flecha perdida,
Palavra Maldita,

Alegria encarnada,
Agora sim uma nova empreitada.

DenySalazar

Salvador,10 de setembro de 2014 (22:44)

quinta-feira, 4 de setembro de 2014





Preto,
Pretinho,

Problemático preto pretinho,
Pobre do preto pretinho,

Não por ser preto,
Sim por não saber domar seu coração!

DenySalazar

Salvador,04 de setembro de 2014 (20:56)

domingo, 31 de agosto de 2014



Simplicidade do fim,
Cores do inicio,
Luzes do meio,

Tempos distintos,
Escolhas do começo,

Menos é mais,
E nada a mais!

DenySalazar

Salvador, 31 de agosto de 2014 (23:37)



sexta-feira, 29 de agosto de 2014


Uma voz de lá dizia:
levante , lave o rosto coloque a cara na água lá na pia....

Outra voz dizia:
já é tarde vá dormir o amanhã já estará aqui,

Olhos pretos rímel que vai,
Pele lisa base que se vai,
Cara limpa,

Olhos cansados,
A cama a espera,
Tudo já esta combinado,

Enquanto dormia o dia se fazia,
Vestido de noite se escondia
De roupa amarela lá de longe surgia,

Sim la se vinha um novo dia....

DenySalazar
Salvador,29 de agosto de 2014 (23:36)


quinta-feira, 28 de agosto de 2014



Entre o vermelho e o anil la estava o que você nunca viu,

Pernas e abraços,
Um grande laço,

Em ventos perenes suspiros trocados,

Dia de azul,
Tarde com tu,

Noite de frio,
O sol se esquivava nada mais testemunhava,

Dia azul,
Vento do sul,
Eu e tu.

DenySalazar

Salvador,28 de agosto de 2014 (22:10)






domingo, 17 de agosto de 2014

Coração & Nuvens.....



Corações que como nuvens se vão...

Em plena vida de cores e muito mais reconhecedores,

Formas e cores,
Luzes e ventos,
Tudo sempre ao mesmo tempo,

Se boiar no vento há de se afogar no azul,
Se flutuar na terra há de se machucar,

Cada tempo seu lugar,
Cada lugar sua ação,
Cada instante um recomeço,

Qualquer lugar sem endereço,

Lá foi  embora a forma,
Ficou a fôrma...

DenySalazar
Salvador, 17 de Agosto de 2014 (13:56) 

terça-feira, 12 de agosto de 2014

ENTRE LUZES,,,


E em meio a arranha céus só ficou o véu,
cores animadas e recriadas nada acordado,

Nem uma voz nem um contrato,
Só a luz e só!

Nuvens a abraçar prédios a deturpar,
Cem palavras tudo a declarar,
Intensidade e calor evadindo-se em cor,

Sem sombras ou escurecimentos contrastes muito intensos,

Um sopro qualquer e já não mais o é,

Figuras repentinas,
Imagens na cabeça,

Figuras a mudar e pronto já não estão mais lá,
Movimentos corridos sempre ao pé do ouvido,

Sem razão,
Sem sentindo de dentro do umbigo,

Eis que chegava o zumbido do tempo sem remos e sem ventos.....

DenySalazar

Salvador,12 de agosto de 2014 (19:51)




sábado, 9 de agosto de 2014

Ao meu querido Pai!


Difícil seria falar,
Melhor tento escrever,

De que seria minha infância se você não me ensinasse a mergulhar,

Como aprenderia a observar ?
Como aprenderia a assobiar sem você para me ensinar?

De que valeria vencer o concurso de baile sem você lá para as bandejas tocar?(risos)

Cada trato com as pessoas,
Cada conselho firme e certeiro,
Cada passo ao teu lado,

Cada caminhada juntos pela orla de Salvador falando de amor,
Cada pedacinho de minuto,
Cada pequeno susto,

Meu pai,
Meu herói da vida real

Da bicicleta liláz a estrela na mão você sempre me acompanhou e acompanha no coração,
Por trás de cada metáfora segredos e carinhos de uma filha grata por ter você como pai,

Desculpa se eu chorar mas não tenho como não me emocionar,

Te amo Papai!

DenySalazar

Salvador, 04 de agosto de 2014 (16:14)

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Acredito


Acredito no sorriso da  mãe ao receber os peixes frescos.
Acredito no sorriso do pequeno bebê ao me ver sem querer,
Acredito na queda da folha seca da arvore na hora certa,

Acredito no afago do gato ao roçar-se em minha pernas,
Acredito no pulo do peixe adornando o horizonte,
Acredito no voo do Martim ao pescar,

Acredito no vermelho do céu na despedida do sol,
Acredito na gota de água caída de nuvens carregadas e paradas,
Acredito no olhar do menino ao ver a pipa subindo,

Acredito nas palavras ditas,
Acredito nas ações nunca antes escritas,

Acredito nos encontros casuais,
Acredito nos animais,

Acredito no viver!

DenySalazar
Salvador , 11 de julho de 2014 (22:29)


quarta-feira, 9 de julho de 2014


Bateu na porta e saiu correndo,
Tocou a campainha e ninguém vinha,

Seguiu em frente tropeçou,
Seguiu em frente cegou,

Batia com a cara no muro em cada esquina,

Não tinha rima,
Nem gosto,
Nem sabor,
Nem desgosto,

Era como o mês de agosto,

Nem frio nem calor,
Nem carne,
Nem osso,

O contraditório odiado e perigoso as vezes meticuloso
Palavras e ações as vezes não,

Só e assim,
Só e afim,
Só sem nunca ter fim,

Enfim só...

DenySalazar
Salvador,09 de julho de 2014 (20:51)








domingo, 6 de julho de 2014

LEVEZA DOS CÉUS....


Voava no branco do céu,
Levitava como em um grande albino breu,
Deslizava entre as nuvens,
Brincava sem destoar,
Dançava em pleno ar,
Liberdade e leveza juntas faziam a beleza.

DenySalazar
Salvador,06 de julho de 2014 (21:09)








sábado, 5 de julho de 2014

CRUEL SINUOSO


Porque faz estourar,
Arrebentar,
Detonar,
Ferver,
As extremidades vão agarrando todo o espaço e sem explicação,

Ah!! complicação!

Dono de uma capacidade única de tirar qualquer um de quício,
Enxergo o meio desse vicio,
Já passa a não entender e só viver,
Logo a dor volta e tudo prontamente retorna,

Vai e vem...
De verdades?
De fantasias?

Para que essa tortura cruel e enigmática?
Um plano seria bom fosse para fugir fosse para ficar!

DenySalazar
Salvador, 05 de julho de 2014 (23:57)



quarta-feira, 2 de julho de 2014

SORRISO LUNAR II



Então de repente ela apareceu sorridente e brilhante já não cabia no céu ia além do olhar,

Cortava em um bom sinal,
Um pedacinho tinha que restar,
Um pedacinho para recomeçar,

Nova e elegante,
Delgada e ofuscante,
Fina e presente,

Estonteante repercutia na mente,

Aqui estou!
Aqui eu sou!
Aqui ficarei até já não mais aguentar e ir descansar.

Mar de escuridão era cortada por um grande sorriso lunar!

DenySalazar

Salvador 02 de julho de 2014 (15:45)

segunda-feira, 30 de junho de 2014

COMO EM UM NINHO



E de pronto encontra-te entre ruas ,luzes, cores e escuridão,

já não estas mais alí,
Já não estas mais aqui,

Perde-se em sono profundo,

Voltas no tempo,
Vira menino,

Sono profundo,
Cores de um final ou de um novo começo?

Era ela que anunciava sua chegada,
Esperada escuridão que predominava depois da despedida do azulão,
Partindo pelos céus pensamentos em cores,

Cheiro sem odores,
Visão sem querer,
Olhar por querer,

Paz, 
Silêncio,
Calmaria,

Alí você se despia,
Alí era você inofensivo e tenro como em um ninho...

DenySalazar

Salvador,30 de Julho de 2014 (23:29)

domingo, 29 de junho de 2014

POSÍDON / NETUNO - O DEUS DO MAR


Parecia fazer parte do mar...

Dançava em um baile único onde a espuma fazia parte do seu corpo,
Deslizava levemente pelas ondas,
Saltava com tanta juventude e frescor,

Ressaltava o verde dos olhos que faziam parte da cor do mar,
Pronunciava belas formas que faziam viajar na imagem,

Espuma,
Movimento,
Leveza,
Cores,
Baile,

E ali se fazia um só natureza e homem em completa junção!

DenySalazar

Salvador, 29 de Junho de 2014 (22:09)

A Libélula e a Borboleta





Encontram-se pelas ruas da vida a libélula e a borboleta,
As duas lindas e cheias de vida, de cores e de amores,

Conversavam a borboleta serelepe e saltitante contava dos caminhos percorridos já tinham passado anos e as duas amigas distantes estavam mas nada que um par de horas não a fizessem resgatar toda aquela amizade de outrora....

A libélula e a borboleta eram muito diferentes porém muito iguais contradições existências as quais conseguiam conciliar e se dar bem com aquela grande amizade de tantos anos,

Em certo momento a Libélula enfadou-se porque a tão linda borboleta se passara em suas palavras que eram a suas verdades e esta equivocadamente as utilizou de forma "dura""tosca" e sem razão,

A libélula então decidiu se afastar pois sentiu-se muito triste e ferida com as palavras da borboleta e suas cores.

Passaram horas, dias , semanas, meses e as duas distantes voltaram a ficar,
Quando em momento inesperado a libélula reapareceu e trazendo boas novas para a borboleta voltaram a se comunicar, marcando uma grande demonstração de amizade e como um grande anjo de pacificação a libélula deu sua mão, atenção e demonstração de amizade para a borboleta que jurou não mais falar o que não devia.

E assim a libélula e a borboleta deixaram uma grande lição de vida através de uma linda amizade que suportara ventos, trovões, tempos e decepções, a borboleta agradecida escreveu para dona libélula que a uma hora dessas sorria com carinho para as linhas da borboleta!

(para uma amiga especial,Roberta)

DenySalazar

Salvador,06 de junho de 2014 (14:15)

quinta-feira, 26 de junho de 2014

QUERERES



Quis te mostrar mais de mim mas seu olhar pôs um fim,
Quis te mostrar mais do que vi mas teu silêncio não quis,
Quereres que importavam para mim porém não para ti,

Suspirei, cochilei, adormeci,
Respirei, acordei , entorpeci,

Ilusões fartas,
Paciência gasta,

Sem vontade,
Sem alívios,

Fugia por entre espaços de tempos onde palavras agudas e doloridas retumbavam nos ouvidos até chegar ao mais profundo intimo permitido,

Ora que suas recusas machucavam,
Ora que tuas negações doíam,
Ora que teus olhares me enterravam, anulavam me expulsavam de onde nunca deveria ter pensado em querer entrar.

DenySalazar

Salvadoor, 26 de junho de 2014 (19:59)





segunda-feira, 23 de junho de 2014



Passei por entre o tempo, o vento e o espaço,
Vaguei entre teus passos,
Ocupei teu espaço,

Dormi no seu velar,
Acordei mas não queria despertar,

Banhou-se , arrumou-se,beijou e partiu,
Ruas caladas e o vento soprava,

Lá ia junto ao vento de encontro com o tempo,

Em silêncio o pensamento voltava em algumas horas atrás,
lá estava e seguia sem pestanejar,
intacto,indócil,
Solitário a vagar pela vida que presentes vinha lhe deixar,

Não adianta desanimar o caminho já está por passar,
Inerte não podes ficar...

DenySalazar
23 de junho de 2014 (22:59)


sexta-feira, 20 de junho de 2014

"Incertidumbres"


Só vi as linhas de cores que passavam,
Ao fundo o azul naufragava,

Mar de vermelho a "claridão" se fazia um espelho,
Calmaria de céus um amor ao leo,

Voava por entre prédios e horizontes nada destoantes,
Formas e cores levavam os amores,

Fim do dia nada como antes nada como o futuro distante,
Pensamentos que se transformam em doces presentes descrentes as vezes impotentes,

Aceitando , vivendo, esperando, acreditando, sentindo e perdoando eis aqui o futuro presente!

DenySalazar

Salvador,21 de junho de 2014 (00:05)

terça-feira, 10 de junho de 2014

CAMINHOS....



Os olhos não acreditaram no que viram,
Era muito simples para ser real,

Descalça andava pelos caminhos,
Sem pudores e ou horrores despiu-se,
Mostrando seus dois lados,

Carinhos de qualidades,
Inseguranças nos seus defeitos,

A instabilidade pausara naquela alma inquieta,

Caminhava descalça sentindo a terra em seus pés,
Pés que na terra não estavam,

Caminhava entre sonhos e suspiros em meio a pingos de realidade...

DenySalazar

Salvador,10 de junho de 2014 (23:01)








segunda-feira, 9 de junho de 2014

Corria enquanto chovia...


Corria enquanto chovia,

A gota caía
A arvore rangia,
A lama melava

Quem passava olhava,
A chuva caia enquanto ela corria,

Passos largos,
Passos seguros,

Mata passarinho era a chuva que caía,
caia na cabeça eles diziam...

Bem ti viu,
Bem ti viu,
Bem te viu,

Acho que viu....

DenySalazar

Salvador,09 de junho de 2014 (17:41)











domingo, 8 de junho de 2014

SENTIMENTOS...


Sentimentos são nobrezas espirituais,

A cada investida uma vivida,
A cada passo outro compasso,

Cada palavra usada é a certeza alcançada,
Cada palavra desperdiçada é a tristeza entrelaçada
Cada pitada gastada é uma lagrima derramada,

Sentimentos são suspiros que se vão com o tempo e com o vento...

DenySalazar

Salvador,08 de junho de 2014 (14:44)

quinta-feira, 5 de junho de 2014

AH! CORAÇÃO....




Ah!coração se soubesse te entender como a uma fotografia...

Saberia compor o quadro certo para ser gostado,
Saberia fazer o corte certo para não ser machucado,
Saberia mirar certeiramente o alvo estudado,

Ah!coração...

Se soubesse da tua ação...
Combateria a decepção!

DenySalazar

Salvador, 05 de junho de 2014 (21:31) 








quarta-feira, 4 de junho de 2014

Tímido astro



O astro se esconde entre nuvens,
um astro solitário,

Admirado,
Querido,
Falsificado,
Invejado,
Enganado,

Lá vai o astro a caminho do mar,
Deitar-se em pleno horizonte de encontro ao seu mar,
Banhar-se e adormecer na profundeza dos sonhos....

DenySalazar

Salvador,04 de Junho de 2014 (19:01)

terça-feira, 3 de junho de 2014

CAMINHANTE....






Errado o caminhante que se acha mais importante,
Errado o ignorante que não se sente caminhante,
Errado o viajante que se jura mais importante,

Humildade não se vê nem se fala,
Se vive e se amarra!

DenySalazar

Salvador,22 de maio de 2014 (13:39)

PASSOS AO MAR....


Passos ao mar,
Pequenos passos e grandes momentos,
eis aqui um menino atento,
Pelas mãos guiadas ele olhava e o horizonte chamava,
Seus pequenos pés se enchiam de areia e sentiam a água do mar,
Família que vivencia apoiando seu caminhar,
Lindos estavam compondo uma cena para perpetuar....
DenySalazar
Salvador,01 de junho de 2014 (20:46)
01 DE JUNHO DE 2014
RUA J - ITAPUÃ - SALVADOR - BAHIA

sexta-feira, 30 de maio de 2014

PESCADOR DE SOL...








Pescador de sol,

Pescador da luz que se vai,
Iluminando o horizonte,
um sonho distante,

Pescador de sol brilhante,
Seu pensamento é sempre distante,

Pescador de ilusões saltitantes,
Se não corres não colhes,

Pescador de bola de fogo,
Se não te cuidas acaba o jogo,

Pescador de sonhos acordados,
Voa agora como um cavalo alado,

E lá se vai o astro rei intenso e dourado....

(DenySalazar)

Salvador, 29 de maio de 2014 (21:15)

Branco....


Branco,

Hoje é dia de branco não cabe o pranto,
Hoje é dia de alegria não importa o que seria,
Hoje é dia do que é,

O que foi já não importa,
Abra a porta,

Vire a página,
Siga em frente não seja demente seja temente!

(DenySalazar)

Salvador,30 de maio de 2014 (11:25)

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Batalhão de Algodão



Batalhão de algodão,

Nuvens de cores,
Cores do céu
Leveza do ar,
Formas indefinidas sem ter como explicar,
Torno a observar formas varias a avistar,

Batalhão de algodão,
Um sopro e já não estas mais lá,
Se formam e se deformam a cada novo respirar,

Nuvens de algodão no fundo no fundo uma grande ilusão....

DenySalazar
Salvador,29 de maio de 2014 (21:49)


quarta-feira, 28 de maio de 2014



SÓ UM LOUCO....

Só um louco ofereceria o seu tão grande tesouro a outro,

Sentado a beira do mar ele conversava uma mistura de lucidez com eloquência mas que não fazia perder sua conversa, tão rara e adversa,

Da bolsa tirou um plástico que dizia ser de difícil achado, mordeu como quem morde um ouro e alí ofertou o seu tesouro,

Se fosse lúcido e não louco nem um pouco do seu tesouro ele daria,
Se não fosse eloquente nem a mente compartilharia,
Se não fosse tão louco nem atenção ele daria,

Tão louco e tão diferente assim eles se diferem da gente,

Que gente?

Onde estará a verdadeira loucura?

DenySalazar

Salvador, 28 de maio de 2014 (15:19)